26 dezembro 2011

Christmas Love - Especial de Natal 3

-Você narrando

Justin é um menino fofo e carinhoso, e descobri isso em apenas um dia de convivência e confesso que estou caidinha por ele, mas tenho uma certa insegurança, não é que eu não queria beija-lo, eu queria mais e depois ? O que iria acontecer? Abaixei minha cabeça e disse.

Você: Me desculpe, é que...- ele me interrompeu.
Justin: Tudo bem, não precisa explicar. Eu é que fui rápido de mais.- ele disse me soltando.

O ônibus parou e descemos, não tínhamos a mínima ideia de onde estávamos, mas tudo bem. Era uma calçada com folhas, linda.(aqui). Então fomos caminhando lentamente e conversando.

Justin: Como é lá no Brasil?
Você: É bem legal, e tem algumas coisas que são bem lindas, tipo as praias...
Justin: As garotas.
Você: Você nunca foi pra lá, como sabe que elas são bonitas?
Justin: Tenho uma prova aqui do meu lado.
Você : Isso foi uma cantada?.- ri
Justin: Se você quiser que seja.- riu.
Você: Besta.- disse e dei um soquinho em seu braço e ele riu.
Justin: Você usa anel?
Você: Uso, porque?
Justin: Nada, deixa eu ver?
Você: Aham.- disse erguendo a mão, ele pegou e não soltou mais, então eu ri abafado.
Justin: O que foi?
Você: Bom pretexto, para pegar na minha mão.- disse e ele deu aquele sorriso lindo.

Entrelacei nossos dedos, e Justin me olhou com uma cara de surpreso, então sorri para ele.

Você: Então me conte sobre você Justin.
Justin: Não tem muito o que falar. Mas me fale sobre você.
Você: Ah, não tem muito o que falar.- disse o mesmo que ele, então rimos.


Sabe, enquanto ficamos fazendo bobices, entramos em uma rua, estreita onde havia varias lojinhas(aqui), caminhamos, e paramos em uma padaria, Justin pediu alguns croissant (se tiver alguém ai que, não sabe o que é, são pães muito deliciosos recheados com queijo, creme etc, aqui) e dois cafés, nos sentamos em uma mesinha bem na janela, me sentei ao lado de Justin e começamos a comer.

Justin: posso contar uma piada?
Você: Claro.- disse tomando um gole do café.
Justin: Tinha um pintinho que não tinha cu, foi senta e morreu. (eeee momento mais tosco do dia).- ele disse e eu engasguei, e comecei a rir muito, além de ser uma piada tosca, ainda conta errada.
Você: Você... contou... errada.- disse recuperando o fôlego.
Justin:  Eu sei, é que eu queria ouvir sua risada de novo, sabe ela é tão gostosa quanto a dona.
Você: Idiota.- disse e empurrei ele com o ombro e ele riu.

Estava toda distraída, quando olhei para fora, não sei direito qual foi a minha reação,  do outro lado da rua e vi uma loja com roupas, sapatos e bolsas em liquidação, como que eu sei? Bom eu sei falar francês, enfim, fiquei toda empolgada, porque as marcas era simplesmente, Chanel, Zara, Hermes, D&G, Dior, etc....Fiquei realmente chocada, achei que só vendiam nas próprias lojas, mais tudo bem, não contive minha empolgação.

Você: Justin, fica ai tomando café que eu já venho.- disse me levantando.
Justin: Aonde você vai?.- ele disse se levantando e segurando meu braço
Você: Comprar algumas coisas, já venho.- disse toda empolgada e sem querer dei um rápido selinho nele.

Sabe até eu fiquei meia assustada com a minha reação, logo vi Justin abrir um sorriso, fiquei meia sem graça, mas sorri de volta, me virei e fui até a loja. Não iria demorar muito, pois sabia que Justin estará esperando.


[...]


Pronto, não comprei muita coisa, só meu vestido, quer dizer vários vestidos, fui andando até a padaria, que não era nada longe, Justin estava sentado em uma mesa lá fora com uma garota, morena, de cabelos cacheados e olhos verdes, muito bonita, o que não era nada agradável. Ok, confesso que fiquei com um pouco de ciumes, talvez esteja começando a gostar dele. Me aproximei.

Justin: Ah, 'SeuNome', essa é Genevieve, Genevieve essa é a 'SeuNome'.



[...]

5 dias depois...



23.12.11 09:30am.

Estou atrasada para sair com  Genevieve, ah é ficamos super amigas, não bff mas isso é com o tempo, ela é super legal, estamos indo comprar os presentes de natal, nestes dias que se passaram Justin virou muito importante para mim, e sinceramente estou apaixonada por ele, mas ninguém sabe, logo vamos embora e não vamos nos ver mais, e garanto que se tiver algo entre nós, vou sofrer depois. Enfim, terminei de arrumar.



Desci, e dou de cara com ela sentada em um banco, ainda bem que ela é paciente. Ela me viu se aproximando e levantou, me deu 'bom dia', e fomos tomar café...
Depois saímos, ainda bem que ela era daqui, e conhecia bem, porque se não, iria ser duas perdidas. Ela me levou em um shopping,  disse que teríamos que nos separar, para comprar os presente, estava em duvida de o que comprar para o Justin. Falar em Justin, estou morrendo de saudades, faz umas 13 horas que não o vejo, ai como eu sou dramática, praticamente já conheci os pontos turísticos inteiro com ele, menos a torre Eiffel, quero deixa-lá para o natal. Enfim, terminei de comprar os presente, bom só são três mais tudo bem, demorei um século, mas também é claro que comprei outras coisa. 12:05pm. Me encontrei com Genevieve no ponto combinado, praça de alimentação, fizemos os pedidos no Mc, nos sentamos em uma mesa para comer.

Genevi: Então amiga, o que rola entre você e o Justin?
Você: O que? Tá doida? Somos amigos.
Genevi: No dia em que o conheci, ele falou que você era namorada dele.

Você: Falou?.- perguntei sorrindo
Genevi: Hum, você gosta dele.

Você: Não.
Genevi: Para de mentir 'SeuNome'

Você: Ta bom, talvez eu goste um pouco.
Genevi: Não, você gosta é muito dele.

Você: Aff, eu estou apaixonada por ele, pronto ta feliz?
Genevi: Estou e muito, vocês formam um casal tão lindo, amiga você tem que contar para ele, assim podem ficar juntos, ele me disse que gosta de vo....- a interrompi.

Você: Já vai ser difícil esquecer ele sem termos nada, imagine ter então, amiga daqui a 3 dias vou voltar para o Brasil.- disse um tanto triste.
Genevi: Ai 'SeuNome', só acho que vocês dois não deveriam ficar assim, sem lutar por isso.




[...]


24.12.11  20:02pm. 

Estou me arrumando para a grande festa de natal que haverá aqui no hotel, mas me atrasei pois fiquei pensando em que a Genevieve me falou ontem, bom mas não vou começar a pensar nisto de novo, se não vou me atrasar mais, é incrível a minha máxima capacidade de chegar tarde para algo. Enfim, me troquei.

Fiz meu cabelo, minha maquiagem,e coloquei meu sapato. Por fim, passei um batom vermelho. Sai apresada, chegando lá em baixo, vi Justin e Genevieve conversando, quando ele me viu sorriu e retribui, Justin estava muito lindo(aqui), bom na verdade ele é lindo. Veio até mim, e me cumprimentou com um beijo na bochecha um tanto demorado. E Genevieve como sempre, abra o bocão.

Genevi: Awn, estão até combinando, com certeza o casal mais lindo dessa noite.- ela disse e eu a fuzilei com os olhos, era bom ela não ter contado nada para Justin, se não ela morreria.
Justin: Com certeza somos.- ele disse e o olhei seus olhos brilhavam, então sorri e ele sorriu de volta.

Entramos na festa, e estava tudo muito formal, já vi que será chata, ainda bem que terei Justin para me animar

[....]


2 hora de chatice depois, eu sabia que seria, minha avó sempre ia nessas festas e tinha que acompanha-lá

Justin: Vem 'SeuNome'.- ele disse pegando em minha mão e puxando.
Você: Para onde?.- disse e já havíamos saído do hotel.
Justin: Passar a virada do natal em um lugar especial.- disse correndo um pouco e me puxando.
Você: Calma Justin, estou de salto.
Justin: Então tira.

Foi exatamente o que fiz, éramos dois louco correndo no meio da rua  molhada por causa da chuva, em direção a 'ela', sim a torre Eiffel. Que estava toda iluminada. 

Enfim, depois de uns 10 minutos chegamos, meus sapatos não tinha ideia de onde estava, legal perdi um Christian Louboutin, mas não estou nem ai, o que importa é que estou aqui com o Justin. Estávamos na grama, eu morrendo de frio, Justin percebeu, tirou seu casaco e me deu. Olhei para cima, e era uma vista magnifica, senti Justin se aproximando, o que me vez olhar para ele, que colocou uma mão em minha cintura, a outra acariciou o meu rosto, em um clima totalmente perfeito.

Justin: Eu te amo 'SeuNome' e é mais forte que eu.
Você: Juss... – ele me interrompeu colocando seu dedo indicador em meus lábios.
Justin: Shii, por favor não fala nada.A muito tempo que eu quero fazer isso.

Der-repente começou a chover de novo, mas ficamos do jeito que estava,   minhas mãos foram para seus ombros,o olhando fixamente. Justin pegou em minha nuca aproximando mais nossos rostos. Pela primeira vez senti seus lábios macios e molhados pressionando sobre os meus.Estava apenas sentindo seus lábios encostados aos meus. Era uma sensação muito boa.  Justin passou sua língua sobre meus lábios e os entre-abri. Começamos a movimentar nossos lábios e nossas línguas sem pressa nenhuma. Era o beijo mais doce, carinhoso e maravilhoso que já recebi. O sentimento que eu sinto pelo Justin é o mais forte que já senti em toda minha vida.


THE END






2 comentários: